Divulgação/Famasul

Suíno vivo se desvaloriza, mas cortes registram alta em outubro

Segundo colaboradores do Cepea, a oferta maior que a demanda tem pressionado levemente as cotações semana a semana

Os valores do suíno vivo caíram na maioria das praças acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) no acumulado de outubro (até o dia 25). Segundo colaboradores do Cepea, a oferta maior que a demanda tem pressionado levemente as cotações semana a semana.

Nessa quarta-feira, 25, a média do vivo na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba) foi de R$ 4,06/quilo, queda de 2,7% no período. Já os preços dos cortes suínos subiram no acumulado do mês, principalmente daqueles considerados “natalinos”, como lombo e pernil. A proximidade do final do ano leva agentes a aumentar a demanda por esses produtos para estoque. No estado de São Paulo, o pernil desossado se valorizou 1,7% em outubro, a R$ 7,08/quilo nessa quarta-feira. O lombo, por sua vez, fechou a R$ 10,00/quilo no dia 25, alta de 2,4%.

Cepea

Publicidade

Publicidade