Queda externa pressiona valores do café arábica no Brasil

Nessa terça-feira, 26, o Indicador Cepea/Esalq do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 450,23/saca de 60 quilos

Com expectativas de chuva para as regiões brasileiras produtoras de café arábica, os contratos futuros da variedade recuaram na Bolsa de Nova York (ICE Futures), o que pressionou os valores também no Brasil. Esse cenário intensificou a retração produtora e reduziu a liquidez no mercado.

Nessa terça-feira, 26, o Indicador Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea)/Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq) do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 450,23/saca de 60 quilos, queda de 1,9% frente à terça anterior, 19.

No mercado de robusta, agentes também permanecem recuados e o ritmo de negócios é baixo. Nessa terça, 26, o Indicador Cepea/Esalq do tipo 6, peneira 13 acima, a retirar no Espírito Santo, fechou a R$ 394,35/saca de 60 quilos, baixa de 3,06% em relação ao dia 19.

Cepea

Publicidade

Publicidade