Preço do boi gordo em Goiás tem queda após delação da JBS

As compras a prazo, mesmo diante da campanha para venda à vista, ainda ocorrem, mas com poucos volumes de negócios fechados

Moacir Rodrigues

A turbulência em Brasília, desde quarta-feira, 17, afetou os preços do boi gordo no mercado físico. A delação do empresário Joesley Batista, do frigorífico JBS, envolvendo o presidente Michel Temer deixou o mercado financeiro frenético e o dólar subiu, na tarde de ontem, 18, mais de 8% para ser negociado a R$ 3,38. Por consequência, existe resistência para a venda a prazo para esse frigorífico.

As compras a prazo, mesmo diante da campanha para venda à vista, ainda ocorrem, mas com poucos volumes de negócios fechados. No entanto, na avaliação geral, não há pressão negativa adicional sobre as cotações em relação ao dia em que ocorreu a delação do empresário. Muito menos terrorismo de mercado, como adianta a Scot Consultoria.

No dia 15, as cotações do boi gordo no mercado físico permaneciam com poucas oscilações de preço nos 17 Estados e 32 praças avaliados pela consultoria. Em Goiânia, para pagamento à vista, ficou em R$ 121 a arroba, caindo para R$ 120, ontem, 18. Para pagamento em 30 dias, R$ 123 (R$ 122, após a delação). Na região sul do Estado, leve recuo para compras à vista, no dia 15, ficando em R$ 120 a arroba, que caiu para R$ 119. Para pagamento a prazo, R$ 122 (ficando em R$ 121, no dia 18). Os preços calculados são livres do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural).

As movimentações no mercado, sobretudo de boi gordo, ocorreram após o jornal O Globo publicar reportagem, segundo a qual, em encontro gravado em áudio, em março deste ano, pelo empresário Joesley Batista (JBS), o presidente Michel Temer teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio. Batista, conforme a reportagem, firmou delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) e entregou gravações sobre as denúncias.

Portal Revista Safra com informações da Scot Consultoria e Agência Brasil

Foto: Carlos Costa

 

Publicidade

Publicidade