Caixa da laranja na indústria é cotada a R$ 16 para venda a prazo

A cotação do tipo pera in natura, na mesma modalidade de pagamento, estava a R$ 17,07, no dia 9, com variação diária de 2,28%

Moacir Rodrigues

Na última sexta-feira, 9, os preços para venda a prazo da laranja na indústria fecharam em R$ 16 a caixa de 40,8 quilos, com variação negativa mensal de 2,44%. No dia anterior, o mesmo valor e índice de variação. A laranja pera in natura, também para venda a prazo, estava cotada a R$ 17,07, no dia 9, com variação diária de 2,28% (negativa mensal de 7,58%). As informações são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP).

No ano passado, o Brasil possuía 800 mil hectares produzindo laranjas, a fruta mais cultivada no País. Juntamente com o limão, outro cítrico, na safra 2013, apontava à época o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção girou em 18,5 milhões de toneladas.

Na cesta de produtos mais consumidos pelo brasileiro figura, além da laranja, a banana e a maçã. Ou seja, a maior parte da produção, inegavelmente, é absorvida pelo mercado interno. Os maiores produtores de cítricos são Bahia, São Paulo, Paraná, Goiás, Minas Gerais, Sergipe, Rio Grande do Sul e Pará.

Portal Revista Safra com informações do Cepea/USP

Publicidade

Publicidade