Publicidade
Publicidade

Meio ambiente

Plantio de florestas será debatido em encontro no Rio Grande do Sul

Especialista em política e indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Mário Cardoso será um dos palestrantes e falará sobre a importância do consumo deste tipo de madeira

Eucalipto_Foto-Vandréia de Paula (21)

Especialista em política e indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Mário Cardoso será um dos palestrantes e falará sobre a importância do consumo deste tipo de madeira

Moacir Rodrigues

No Brasil, as florestas plantadas começaram a surgir há mais de um século. Já em 1903, mudas de eucalipto foram trazidas com o objetivo de produzir madeira que seria utilizada nos dormentes das estradas de ferro. Desde então, a silvicultura se expandiu e mostrou que, dentre as vantagens, estão a diminuição da pressão sobre florestas nativas, além do reaproveitamento de terras degradadas pela agricultura.

Anos mais tarde, veio o pinus, outra espécie que se desenvolveu bem nas regiões onde foi introduzida. Pensando nesse importante mercado e levando em conta os cenários, as perspectivas e tendências, será realizado o Dia de Mercado da Silvicultura, que acontece na próxima quinta, 1º, em Campo Grande (MS).

Especialista em política e indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Mário Cardoso será um dos palestrantes e falará sobre a importância do consumo deste tipo de madeira. Em sua avaliação, é preciso haver uma “relação equilibrada entre oferta e demanda para que os produtores sejam bem remunerados”.

O Dia de Mercado é promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MS) e com a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul). O objetivo é difundir informações técnicas e gerenciais a produtores de florestas plantadas, a fim de aumentar as margens de lucro da atividade e apresentar sugestões de melhoria nos processos de gestão da propriedade. O custo de produção da eucaliptocultura, alternativas para redução dos custos e aumento da produtividade e oportunidade da biomassa florestal para geração de energia também serão debatidos no encontro.

Portal Revista Safra com informações da CNA e Snif

Foto: Arquivo/Vandréia de Paula

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>