Arquivo/Vandréia de Paula

Ovo apresenta alta variação nos preços

A diferença média entre os preços dos ovos tipo extra brancos e vermelhos atingiu R$ 20,75 por caixa de 30 dúzias ontem, 1º (produto a retirar em Bastos – SP), a maior de toda a série histórica do Cepea/USP

Moacir Neto

Indicador de ovos com variação semanal negativa de 0,03%, tipo branco, na semana de 19 a 23 de fevereiro (Grande SP). O melhor porcentual na média semanal foi obtido na semana de 14 a 16, de 8,56%, a caixa com 30 dúzias custando R$ 82,62, para pagamento à vista. O vermelho (caixa com 30 dúzias) fechou a semana de 19 a 23, no Rio de Janeiro, a R$ 102,10.

A diferença média entre os preços dos ovos tipo extra brancos e vermelhos atingiu R$ 20,75 por caixa de 30 dúzias ontem, 1º (produto a retirar em Bastos – SP), a maior de toda a série histórica do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP), iniciada em 2013. O resultado está atrelado à menor oferta de ovos vermelhos, o que resultou em uma maior alta de preço para este tipo frente ao branco. A baixa disponibilidade de ovos, por sua vez, se deve ao forte calor e aos elevados custos de produção, sobretudo dos insumos para ração, como o milho e farelo de soja.

De acordo com levantamento do Cepea/USP, em fevereiro, o diferencial médio das cotações dos produtos branco e vermelho aumentou expressivos 72,4% frente ao de janeiro, passando de R$ 9,49 por caixa, para R$ 16,36 por caixa na região paulista de Bastos. Ao longo de fevereiro, ambos os produtos apresentaram expressivas valorizações. O preço da caixa do ovo tipo extra, branco, subiu 24% em Bastos. Nesse mesmo período, a alta no valor do ovo tipo extra, vermelho, foi ainda maior, de 31,8%.

Portal Revista Safra, com informações do Cepea/USP

Publicidade

Publicidade