Arquivo/Vandreia de Paula

Maior oferta pressiona cotações da batata

Enquanto isso, os preços da cebola subiram entre 9 e 13 de abril em todas as regiões produtoras acompanhadas pelo Cepea/USP, devido ao baixo volume nacional. Esse cenário pode estar condicionado à finalização da safra do Sul

A batata padrão ágata especial sofreu desvalorização de 18,86% nos atacados paulistanos, negociada a R$ 59,14 a saca de 50 quilos na semana passada, conforme dados do Hortifruti/Cepea. A queda se deve à maior oferta, principalmente nas regiões do Sul do País, como Guarapuava (PR), Água Doce (SC) e Bom Jesus (RS), e à menor qualidade do produto. As informações são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP).

Quanto à oferta nas praças mineiras, já diminuiu consideravelmente. No sul de Minas, por exemplo, a safra está praticamente encerrada, e a região deve se intensificar novamente apenas em maio, com o início da temporada das secas. A amplitude nos preços continua e foi de R$ 30 a R$ 80, a saca, na semana passada. Os problemas com qualidade estão relacionados à pele escura e ao tamanho miúdo.

Quanto à cebola, os preços subiram entre 9 e 13 de abril em todas as regiões produtoras acompanhadas pelo Cepea/USP, devido ao baixo volume nacional. Esse cenário pode estar condicionado à finalização da safra do Sul, que deve terminar a comercialização entre o fim de abril e o começo de maio. A média das cotações em Lebon Régis foi de R$ 2,10, o quilo, na roça, alta de 8,6% em relação à semana anterior.

Além disso, a produção da hortaliça no Nordeste foi afetada pelas chuvas, prejudicando a qualidade dos primeiros bulbos, resultando em um maior número de cebolas de menor calibre (caixa 2). Alguns produtores consultados pelo Cepea/USP aguardam para comercializar suas cebolas, pois a expectativa para as próximas semanas é de que o produto tenha uma nova valorização, visto que o volume nacional não deve aumentar.

Cepea/USP

Publicidade

Publicidade