Arquivo/Sérgio Cobel da Silva

Fenômeno climático atinge regiões produtoras do País  

Conhecido como Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), o fenômeno trouxe bons volumes de chuva para essas regiões. As demais áreas que não foram afetadas pelo efeito, como sul do Pará, sul do Tocantins e Piauí (este na região conhecida como Matopiba) também registraram chuva nas últimas semanas

Moacir Neto

As chuvas na primeira quinzena de janeiro têm sido frequentes, sobretudo nas regiões produtoras do Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Mas comprometeram a produção em algumas regiões de plantio, notadamente em relação ao manejo e aplicação de defensivos para o combate da ferrugem asiática da soja. Ainda assim, a produção total de grãos está estimada em 228 milhões de toneladas, uma redução de 4,1% em relação à safra 2016/2017, conforme mostra o 4º Levantamento da Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado na manhã desta quinta-feira, 11.

Conhecido como Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), o fenômeno trouxe bons volumes de chuva para essas regiões. As demais áreas que não foram afetadas pelo efeito, como sul do Pará, sul do Tocantins e Piauí (este na região conhecida como Matopiba) também registraram chuva nas últimas semanas, com forte diminuição nos últimos dias. Apenas no extremo sul do Brasil e em grande parte da região Nordeste, como oeste da Bahia (Matopiba), apresentam chuvas mais irregulares e menos frequentes para essa época do ano.

Desde ontem, 10, a previsão é de mudança no cenário, quando o corredor de umidade Sudeste/Centro-Oeste deve se dissipar, e as regiões produtoras, principalmente de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo terão uma boa janela para colheita e, logo em seguida, para o plantio. Por outro lado, a região Sul do Brasil, principalmente o Rio Grande do Sul deve ter registros de chuva.

Na atual safra, o algodão permanece com estimativa de aumento na produção (1,70 milhão toneladas de pluma), com o plantio se intensificando nos próximos dias nas principais regiões produtoras. O amendoim primeira safra tem produção estimada em 452,2 mil toneladas, concentrada em São Paulo. Já o arroz deve alcançar produção de 11,6 milhões de toneladas, sem alterações no último levantamento da Conab.

Portal Revista Safra, com informações do Climatempo e Conab

Publicidade

Publicidade