Arquivo/Seagri-BA

Disponibilidade de laranja segue limitada em São Paulo

Na parcial desta semana (segunda-feira a quinta-feira, 1º), a laranja pera teve média na cotação de R$ 22,22, a caixa de 40,8 quilos, na árvore, recuo de 4,1% em relação à semana anterior

A disponibilidade de laranja de boa qualidade segue limitada em todo o estado de São Paulo, fator que tem evitado quedas mais significativas das cotações da fruta – dada a oferta ainda elevada nas regiões produtoras. A demanda, por sua vez, esteve retraída nos últimos dias, devido ao clima chuvoso e ao período de fim de mês. As informações são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP).

Na parcial desta semana (segunda-feira a quinta-feira, 1º), a pera teve média de R$ 22,22, a caixa de 40,8 quilos, na árvore, recuo de 4,1% em relação à semana anterior. Já para a lima ácida tahiti, o pico de safra continua pressionando os valores da fruta.

Contudo, conforme colaboradores do Cepea, os preços devem permanecer nestes patamares, devido à melhora do calibre da variedade e à intensificação da moagem – que tem controlado a disponibilidade no mercado de mesa. Na média parcial desta semana, a tahiti foi cotada a R$ 12,24, a caixa de de 27 quilos, colhida, baixa de 9,3% em relação à semana passada.

Cepea/USP

Publicidade

Publicidade