Brasil será declarado livre de pleuropneumonia contagiosa bovina

Reunião da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) está marcada para ocorrer entre os dias 21 e 26, em Paris (França)

Não existem casos de pleuropneumonia contagiosa bovina (CBPP na sigla em inglês) no Brasil. A afirmação é do diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e delegado do País na Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), Guilherme Marques. O comentário ocorre dias antes de o País ser reconhecido como livre da doença, o que deve ocorrer durante reunião da OIE, marcada para ocorrer entre os dias 21 e 26 , em Paris (França).

A doença ataca bovinos e búfalos e é causada por bactéria. Infecta os pulmões e a membrana (pleura) que reveste o tórax. Por ser altamente contagiosa, com taxa de mortalidade de até 50%, causa altas perdas econômicas. Para reduzir a infecção, existe vacinação com um tipo atenuado da bactéria. Não existem casos de contágio em seres humanos, por isso não há risco à saúde pública.

Na reunião da OIE também será debatida estratégia para enfrentar a resistência antimicrobiana (a antibióticos), em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Também serão discutidas mudanças no Código de Animais Terrestres e Aquáticos e manuais de normas biológicas que regulam o comércio internacional de carnes. Está prevista a realização de 17 reuniões entre as autoridades sanitárias da OIE.

Mapa

Foto: Divulgação/Agência

Publicidade

Publicidade