Arquivo/Agência Brasil

Brasil retoma exportação de pescado para Israel

O último volume expressivo exportado pelo Brasil para Israel foi em 2014, com a exportação de 72 mil quilos, negócio que gerou receita de U$ 165 mil dólares

O Brasil retoma as exportações de pescado para Israel, que estavam paralisadas desde 2014. Na terça-feira, 6, a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRIA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), recebeu mensagem da Divisão Veterinária do Ministério da Saúde de Israel, informando que o modelo de Certificado Sanitário Internacional (CSI) proposto pelo ministério, relacionado a pescado e seus produtos, havia sido aprovado.

O CSI garante a identificação da mercadoria, bem como as garantias para a saúde pública e animal. A renegociação do modelo de CSI vinha ocorrendo desde 2016. O CSI aprovado por Israel respalda exclusivamente as exportações brasileiras de pescado e produtos de pescado do Brasil para aquele país.

O último volume expressivo exportado pelo Brasil para Israel foi em 2014, com a exportação de 72 mil quilos, negócio que gerou receita de U$ 165 mil dólares. Segundo o secretário de Relações Internacionais do Mapa, Odilson Ribeiro e Silva, “a reabertura do mercado israelense aos pescados e produtos da pesca do Brasil demonstra mais uma vez a qualidade do produto nacional”.

Mapa

Publicidade

Publicidade