Arquivo

Boi gordo segue com preços estáveis

Ontem, 4, entretanto, em regiões como São Paulo e Minas, o cenário era de pressão de alta e ofertas de compra acima da referência

Moacir Neto, com agência

Indicador do boi gordo fechou a R$ 139,50, a arroba, na média ponderada no estado de São Paulo. No mesmo dia, quarta-feira, 4, a arroba foi comercializada a 35,66 em moeda norte-americana. No dia anterior, estava a R$ 139,20 (35,76, em dólar) e no dia 2, a R$ 139,60. Os dados são do indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP) e BM&FBovespa.

Ontem, 4, entretanto, em regiões como São Paulo e Minas, o cenário era de pressão de alta e ofertas de compra acima da referência. Apesar da dificuldade no escoamento, as margens de comercialização das indústrias que desossam e que não desossam estão acima da média histórica.

A margem com a venda da carne sem osso, couro, sebo, miúdos, derivados e subprodutos ficou em 29% e com a venda de carne com osso em 14,9%. Com relação à exportação de carne em junho foram embarcadas 54,4 mil toneladas de carne in natura, queda de 45,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse foi o pior resultado para este mês desde 2003.

Portal Revista Safra, com informações da Scot Consultoria e Cepea/USP

Publicidade

Publicidade