Michel Montefeltro/Monsanto

Monsanto apresenta nova tecnologia para a soja na 19ª Expodireto

Além do aumento dos níveis de produtividade, Intacta2 Xtend surge com a promessa de maior resistência contra lagartas e eficiente manejo de plantas daninhas, os principais diferenciais da nova soja

Moacir Neto*

Um novo patamar de produtividade da soja deve chegar ao mercado brasileiro até 2020. Mas a tecnologia vai depender da disposição dos sojicultores em adotar o correto manejo nas lavouras. Com a perspectiva de lançar a nova era da soja, ampliando os níveis de produtividade, a Monsanto apresentou a tecnologia Intacta2 Xtend à imprensa e convidados, durante a 19ª Expodireto, uma iniciativa da Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cotrijal), em Não-Me-Toque (RS).

Além do aumento da produtividade, Intacta2 Xtend surge com a promessa de maior resistência contra lagartas e eficiente manejo de plantas daninhas, os principais diferenciais da nova soja. O produto está em teste há oito anos no Brasil e 15, no exterior. “Buscamos conhecer a realidade do agricultor, que tem de escolher a semente adequada e realizar o melhor manejo”, explica o gerente de lançamentos de tecnologia da Monsanto para a América do Sul, Fábio Passos (foto), também responsável pelo lançamento da Intacta2, ao argumentar que o produto representa ao agricultor a “opção de escolha de recursos e a plataforma mais completa”.

A tecnologia vai agregar produtividade onde for aplicada, independentemente da região, clima e solo. E a expectativa da Monsanto é que ela possibilite avanços, inicialmente, em 500 áreas, em todas as regiões do País. Sobretudo naquelas de mais difícil manejo. “É uma plataforma que vai gerenciar os recursos do agricultor. Não vai substituir tecnologias, mas ser uma aliada”, diz.

Durante a safra 2016/2017, mais de 170 mil produtores usufruíram dos benefícios oferecidos pela soja com tecnologia Intacta RR2 PRO. A nova plataforma para soja proporciona um manejo mais robusto de lagartas que eram alvo da Intacta anterior, como lagarta-da-soja, a lagarta falsa-medideira e o complexo de lagartas que causam danos em vagens, além também de proteger a lavoura contra danos das principais espécies do gênero Spodoptera que causam prejuízos na cultura da soja.

“A Intacta RR2 PRO trouxe diversos benefícios para o mercado ao possibilitar proteção contra as principais lagartas da cultura da soja, além de proporcionar potencial aumento de produtividade para agricultor brasileiro. Com o lançamento da nova tecnologia, nosso objetivo é facilitar ainda mais o dia a dia do produtor e, claro, elevar seu patamar de produtividade”, comenta Passos.

A nova tecnologia também vai possibilitar o controle de plantas daninhas, com destaque para as de folhas largas, sobretudo a buva, caruru, corda-de-viola e picão-preto. Os produtores que aderirem à nova plataforma contarão também com uma nova ferramenta de manejo devido à adição de um gene à soja com tecnologia Intacta2 Xtend, que faz com que ela seja tolerante ao herbicida dicamba (que combate 270 plantas daninhas), além do glifosato, podendo ser aplicado no pré-plantio e na pós-emergência da cultura.

Visando garantir que a tecnologia se adapte às particularidades de clima e solo do Brasil, além de aumentar sua performance, a Monsanto utilizou novos métodos de melhoramento em seus sete programas de melhoramento espalhados por diferentes regiões do Brasil, composto por um robusto banco de germoplasmas próprio, além de firmar parcerias com os principais obtentores da tecnologia no mercado para aumentar o alcance de seus testes.

A previsão, de acordo com as aprovações internacionais, inclusive na Europa e na China, é que a soja com a nova tecnologia esteja em campos demonstrativos na safra 2019/2020, para ser comercializada a partir de 2020. “Neste período, também colocaremos à disposição do produtor variedades de alto potencial produtivo tolerantes ao dicamba para refúgio, um importante método de manejo integrado. Com isso, conseguimos dificultar a seleção de insetos resistentes e preservar os benefícios da tecnologia”, argumenta o gerente.

Portal Revista Safra, com informações da Monsanto. Matéria atualizada às 19h51 de sexta-feira, 9, para correção de informação

*o repórter viajou a Não-Me-Toque (RS) a convite da Monsanto

Publicidade

Publicidade