Divulgação

Setor automotivo comemora alta de 1,33% nos emplacamentos

Dentre as projeções de crescimento feitas pela entidade, está o segmento de tratores, cuja previsão para 2018 é de alta de 5,1% e para colheitadeiras a estimativa de alta é de 5,4%

Moacir Neto

O porcentual não é nada tímido. Em 2017, os emplacamentos de todos os segmentos somados – automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos, implementos rodoviários e outros veículos – apresentaram alta acumulada de 1,33%, no comparativo com o ano anterior. Ou seja, nada menos que 3,21 milhões. Em 2016 foram 3,17 milhões. No último mês do ano passado, o mercado automotivo manteve o ritmo de retomada nas vendas e registrou alta de 7,43% ante novembro, totalizando 301.258 emplacamentos, contra 280.417 do mês anterior. Já com relação a dezembro de 2016, quando foram licenciadas 298.871 unidades, houve leve crescimento, de 0,80%. Os números são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), divulgados ontem, 4.

Por meio de assessoria, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, diz que o fechamento do ano de 2017 surpreendeu as expectativas da entidade. “Ao iniciar 2017, a projeção era negativa em mais de 20% e, ao longo do ano, as ações econômicas acertadas geraram efeitos positivos.” Ele também ressalta que as quedas sucessivas dos juros e da inadimplência, o aumento da empregabilidade e um melhor acesso ao crédito resultaram na melhora nos índices de confiança e expectativa do consumidor e do empresário. “Fazendo com que aumentasse o consumo, revertendo, assim, o cenário negativo inicial”, afirma Assumpção Júnior.

Os segmentos de automóveis e comerciais leves também experimentaram aumento no acumulado do ano, com uma alta de 9,36% sobre o ano anterior. Ao todo, foram emplacados 2.172.235 veículos desses segmentos em 2017, contra 1.986.303 em 2016. Já no mês de dezembro, as 204.852 unidades licenciadas representaram crescimento de 3,85% para os segmentos, se comparados ao mês de novembro, com 197.254 unidades. Com relação a dezembro de 2016, os 198.973 veículos novos comercializados representaram avanço de 2,95%.

Dentre as projeções de crescimento feitas pela entidade, está o segmento de tratores, cuja previsão para 2018 é de alta de 5,1% e para colheitadeiras a estimativa de alta é de 5,4%. A notícia anima o mercado, que premia bons exemplos de iniciativas voltadas ao campo, como o caso do trator autônomo da Case IH (foto). O conceito de trator venceu o Prêmio Good Design de 2017, a mais antiga e prestigiada premiação global do gênero. O projeto foi desenvolvido pelo Centro de Design da CNH Industrial em conjunto com as equipes de Inovação e Engenharia dedicadas aos diferentes segmentos da empresa. A iniciativa, coordenada pelo The Chicago Athenaeum – Museu de Arquitetura e Design e pela a Metropolitan Arts Press – destaca os designs gráficos, industriais e de produtos mais inovadores e avançados produzidos em todo o mundo.

Portal Revista Safra, com informações da Fenabrave e Case IH

Publicidade

Publicidade